top of page
  • kelreis

VIVA, não sobreviva!

Você acha que a vida é apenas pagar contas?


As pessoas estão tão acostumadas a seguir suas rotinas que a maioria não pára para pensar. Não é por maldade ou insensatez, mas você passa a vida ouvindo que deve ser isso ou aquilo, que o correto é agir de determinada forma, aí quando o hábito enraíza, você tende a repetir os padrões.



Já definiu suas prioridades?

Estou mencionando isso, porque passei por isso. Cresci em uma família que não gosta de mudanças, sempre viveram no mesmo lugar, não é de viajar, sempre faz as mesmas coisas. Até hoje, se conversar com minha mãe, ela irá dizer que eu passarei em um serviço público muito bom e ficarei nele até aposentar ou morrer kkk.


A princípio não questionava, afinal é minha família, sempre foram a minha referência. Mas quando decidi que queria uma casa, um carro, uma vida melhor, percebe que meu emprego público não era tão bom assim. Sempre me falavam: a vida é assim, você faz escolhas, uma coisa ou outra, não dá pra ter tudo.


Eu sempre fiquei intrigada, como não posso ter tudo? A gente vê por aí pessoas que são bem sucedidas, tem dinheiro, é livre para ir aonde quer, por quê outras podem e eu não?

Sempre tinha um para falar que é complicado demais ter dinheiro, uma frase muito falada por minha mãe é: "ter dinheiro nesse país é complicado, você fica visado, corre risco".


Um dia assisti na tv, um especialista falando sobre segurança e uma das coisas que falava era alguém só vai saber o que tem na sua conta bancária, se você sair por aí se vangloriando ou se esnobando.


Diante de minhas dificuldades para realizar meu sonho de casa própria, percebi que deveria mudar. Nessa jornada, aprendi que essa mentalidade de minha família, possui muitas crenças limitantes. As crenças limitantes são aquelas crenças que você guarda lá no fundo da sua mente, mesmo que não se lembra, mas que faz você ter certas atitudes diante de certos acontecimentos.


Quando suas crenças são boas, você consegue realizar suas metas, mas se há crença limitante, suas atitudes não são condizentes com seus desejos.


A primeira coisa é ter consciência de que você pode viver! Pagar contas é bom, mas não viver só para isso. É viver para viajar, conhecer pessoas, fazer coisas boas para você e para quem gosta.


A princípio, não sabia me organizar, nem imaginava o que é projeto de vida, ninguém nunca conversou comigo sobre finanças, o que aprendi foi lendo, procurando ajuda e com o tempo aprendendo a lidar com as coisas que aconteciam. Se você está como eu naquela época que a única coisa que tinha certeza era que quero mudar a minha vida mas não sabe como, acredite, você não é a única.


Então, pode me contar se você já começou a mudar suas crenças? Quais são suas dificuldades?





7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page